Nuclear, não obrigada!

Por idéia do Zig que iniciou esta campanha a que me vou juntar...

Em 1942, Enrico Fermi pôs em marcha o primeiro reactor nuclear. Desde essa altura a energia nuclear tem sido olhada das mais diversas formas. No início parecia tratar-se de uma energia limpa e sem riscos. No entanto, ao longo do tempo mostrou o contrário ao revelar-nos desastres como: Chernobyl, Sellafield, Three Mile Island, e problemas tão graves como os resíduos e as armas nucleares.
Este assunto foi discutido em Haia, na 6º conferência das Partes para as alterações climáticas, por proposta dos EUA que pretendiam incluir a energia nuclear no pacote das medidas com o objectivo de baixar as emissões de gases responsáveis pelo efeito de estufa. Felizmente a União Europeia mostrou-se contra.
Hoje em dia a energia nuclear não é uma tecnologia segura nem amiga do ambiente. Utilizá-la com o objectivo de reduzir a produção dos gases responsáveis pelo efeito de estufa seria estar a substituir um problema por outro...

5 comentários:

Zig disse...

Obrigado por aderires a essa "pre-campanha". No fim-de-semana vou-me debruçar melhor sobre isso, é quando tenho mais tempo. É que a minha queridíssima ex-mulher lembrou-se de passar o carnaval fora, e claro, leva a filha com ela. É o posso, quero e mando!

Luis Capucho disse...

Nâo concordo contigo, pois a energia nuclear é um mal necessário, tal como o é o petroleo. Actualmente tem que se começar a perceber que as reservas de energia fóssil estão a esgotar-se restando as energias renováveis e nucleares. Mas as energias nucleares nem todas são assim tão perigosas como se dá a entender, repara o hidrogénio (que é o elemento mais abundante no universo)alêm de ser um poderoso combustivel (a energia das estrelas é hidrogénio), é "limpo". Poderia dizer-te muito mais mas não tenho tempo. Obrigado pelo comentário, se estiveres disposta a ajudar-me a criar um blog atractivo e actual agradecia, pois são pessoas como tu que fazem um mundo melhor.
Bjs

Ana Pinheiro disse...

trequinha,
Aconselho-te a visitares o blog http://desambientado.blogspot.com...Tem lá um post fantástico...vais gostar :)
Beijo terno para ti

Trequita disse...

@luis capucho

Respito a tua opinião mas, tal como já comentei no blog do Zig,
duvido que gostasses que te construíssem uma centtral nuclear à porta de casa!
Em relação ao teu bolg estou ao teu dispôr.
Se tiveres alguma dúvida é só perguntar...

Allex disse...

Oi Treca e restantes comentadores,

Este é de facto um tema interessante e como tb ja comentei o do zig nao foi estar a repetir.
Concordo com o Luis Capucho, mas so quero deixar uma nota. O hidrogenio nao entra no leque da energia nuclear.
O hidrogenio é de facto visto como a energia do futuro, mas principalmente para os transportes. Visto que a produçao de hidrogenio tambem implica consumo de energia.
A questao das estrelas é um mix entre o hidrogenio e o nuclear. De facto muitas usam o hidrogenio, como é o caso do nosso sol, mas nao do modo como a nossa tecnologia ira usa-lo. As estrelas usam-no de facto em reacçoes nucleares, mas nos aki no nosso cantinho apenas queremos queimar o hidrogenio (produzindo apenas agua pura como resultado da queima) ou usa-lo em celulas electricas, produzindo, mais uma vez, apenas agua pura no processo.
O hidrogenio parece ser uma boa soluçao, mas tem alguns detalhes, nao tem cor, nem cheiro e explode!! Por isso qualquer fuga de gas pode ser letal. Mas a tecnologia do hidrogenio ainda tem umas decadas ate estar em estado maduro, pelo k se no meio...

Cumprimentos,
Allex

sm

Arquivo do blogue