Se há algo que me irrita profundamente (embora sem que eu saiba concretamente porquê) é a publicidade que fazem na RTP1 ao novo programa "A Voz do Cidadão", trata-se de um programa da responsabilidade do Prof. Dr. José Manuel Paquete de Oliveira. Este programa (segundo a publicidade) irá fazer com que a Justiça fique ao alcance do cidadão (sem comentários), irá reflectir o tratamento dos casos mais significativos de cada semana, trazidos à apreciação do Provedor pelos Telespectadores.

Não sei bem por que razão me irrita tal anúncio mas acho que provavelmente será por não acreditar que os pedidos de alguns cidadãos possam alterar aspectos da televisão portuguesa...
acho que é mais uma forma que encontraram de se aproveitar da constante insatisfação do público!

É óbvio que, por mais que se tente, irá sempre existir algum telespectador a reclamar por causa de qualquer coisa...
entretanto lá tenho eu que levar com a publicidade do sr. Provedor todos os dias!

10 comentários:

Zig disse...

Tanto quanto sei, essa do provedor faz parte de uma lei para justificar os apoios monetários que as estações públicas gastam. Alguma directiva europeia que obriga a criação desta coisa. Para ser franco, também não sei para quê é que isso pode servir. Não vai acabar com a publicidade, essa já está estipulada na lei em termos de minutos por hora. Vão ser miliares de "reclamações", seria necessário um batalhão de provedores para avaliar todas!

Abade.anacleto disse...

Mais uma "porquêra" que "nã" vai servir "pra" nada! Os Provedores (sejam de que área forem) causam-me arrepios e fazem-me sempre lembrar uma "tira" da Mafalda (criação desse génio argentino chamado Quino) em que ela vai ver o significado da palavra democracia e quando lê: "Governo do povo, para o povo" desmancha-se a rir sem conseguir parar.
Mais uma cena triste das tristes estações de televisão que temos.
Bjokitas e boa semana.

RCataluna disse...

Para inglês, neste caso português, ver!!!!

Boa semana!

O Restaurador disse...

Mais um serviço público à Socrates...

Sobrevivi :-)

Bjs

Trequita disse...

@zig
E depois desculpam-se com as leis... :)

Trequita disse...

@abade.anacleto
estava-me a faltar o termo adequado para definir este programa mas acho que "porquêra" é mesmo o nome certo :)

Trequita disse...

@rcataluna
Eu acho que é mais "para ninguém ver" ;)
Boa semana

Trequita disse...

@o restaurador
ora seja bem aparecido! :)
Afinal o efeito do alcoól sempre passou :)

celtiberix disse...

Há muitos, muitos anos (ainda antes do bendito 25) havia um jornal que dava pelo nome de "Diário Popular". Esse jornal anunciava um poster para venda (nem sei como conseguia passar à censura) dum indivíduo muito encolhidinho, com roupinha e barrete às riscas, e uma bola de ferro acorrentada a um pé. No "balão" via-se o pensamento do infeliz: "Sou, livre, sou livre..." escrito quatro ou cinco vezes, em letrinhas cada vez mais pequenas.
Parece-me que a função deste sr. provedor (com letra pequena) é que pensemos como aquele bonequito que se queria convencer de que era livre, ou seja, "eles até me respeitam, eles até me respeitam..." etc. e tal que se faz tarde.

Trequita disse...

@celtiberix
Acho mesmo deprimente este novo programa, mas afinal de contas acho que só tenho que ligar para lá e expressar o meu descontentamento :)decerto alguém tomará medidas atempadamente e o programa será banido devido à minha reclamação :)

sm

Arquivo do blogue