Flor...


"E se um dia hei-de ser pó,cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar..."

2 comentários:

Ana Pinheiro disse...

Olá Trequinha :)

Florbela Espanca é A minha Poetisa de eleição... Adoro, apesar das vivências terem sido diferentes, identifico-me em muita da sua poesia... Afinal, "Ser poeta é ser mais alto..." :)

Acho que não é mau perdermo-nos de vez enquando... Quando nos encontramos, trazemos sempre algo de novo :).

Beijo terno.

Charlie disse...

Somos todos feitos de mar, não somos?...Estamos em permanente partida, numa constante chegada...