Hand on your shoulder


Hoje em dia há uma crescente tendência para o egoísmo em detrimento da ajuda ao próximo.

Hoje dou mais de mim aos outros.

Porquê?

Ao estender a mão a outro ser humano melhoro algum aspecto da vida dessa pessoa, nem que seja apenas naquele momento.

Se a compaixão fosse contagiosa o mundo torna-se-ia, aos poucos, num sítio muito melhor.

Por vezes uma simples presença silenciosa faz milagres por isso, mesmo que não saiba o que dizer, simplesmente esteja presente.

5 comentários:

Ana Pinheiro disse...

Como te entendo... Acho que a nossa sociedade vivie a maior crise de todos os tempos... Uma crise de valores... dessa não sei quando sairemos... Compaixão, Solidariedade, Palavra, Respeito, Verdade, Família, e por aí adiante, são valores que estão perdidos....
Enfim!
Deixo-te um beijo terbo e eterno.

Trequita disse...

@Ana_Pinheiro

Acho que por ter nascido e crescido num meio pequeno, onde quase todos se conhecem e se cumprimentam, me tornei dependente do calor humano que reside nos mais pequenos gestos diários.

Faz-me confusão pessoas frias.

Bjokitas para ti
;)

Ana Pinheiro disse...

Como te entendo...
Eu sou quente... não no sentido "depreciativo" da palavra rsrsrs, mas vivo intensamente e alimento-me do calor das outras pessoas... apesar de ter crescdo na cidade...
Entendo-te!

Beijo terno.

Zig disse...

Mas que escolha EVIDENTE da imagem...qualquer cão dá muito mais do que alguma vez pode receber :)

Mas, neste mundo onde só contam as contas, ou seja, o dinheiro, é difícil arranjar algum espaço para a compaixão! É o mundo que temos ;)

Trequita disse...

@Zig
Tens razão o cão dá-nos muito mais do que lhe damos em troca, por essa razão os admiro tanto.

sm

Arquivo do blogue